By Redatora Ellune

DISC x Eneagrama: qual a diferença entre as metodologias?

O autoconhecimento é o caminho para o desenvolvimento de importantes competências, sejam pessoais ou profissionais. Isso porque precisamos saber como nos comportamos para depois promover as mudanças necessárias. Parece fácil, não é mesmo? Mas não é tão simples assim … Quando pensamos no outro, conseguimos ver qualidades e defeitos, o que não acontece quando refletimos sobre nós mesmos. O que é normal, porque nosso cérebro tem mecanismos de defesa que nos impedem de sermos 100% o que somos na essência. Imagina que insuportável seria uma pessoa que fala a verdade todo o tempo, sem filtros? E se estas verdades fossem sobre nós mesmos? A auto-análise e a auto-oberservação ajudam, mas quem está começando agora esse processo de autoconhecimento, pode precisar de uma ajudinha externa. Por isso, separamos duas metodologias para te ajudar a ter uma melhor visão de si mesmo: o DISC e o Eneagrama.

Essas são duas técnicas que  podem te ajudar muito pessoal e profissionalmente. Ainda que sejam processos diferentes, eles têm objetivos semelhantes: traçar o seu perfil comportamental. Enquanto um é mais indicado para processos seletivos, pela praticidade, o outro é mais empregado em processos de autodesenvolvimento.

Ok, mas quais as diferenças entres eles e qual o mais indicado? Calma! Um passo de cada vez…

Para começar, você precisa entender o que é um e o que é o outro. O DISC é uma metodologia muito precisa que descreve seu perfil comportamental baseado em quatro fatores:  Dominância (D), Influência (I), Estabilidade (S) e Conformidade (C). A força desses fatores influenciam no seu comportamento, por isso, é possível predizer como uma determinada pessoa vai agir em uma situação ou em outra.


Em uma contratação de empresa, por exemplo, um coordenador consegue saber como o futuro colaborador vai se portar. O DISC consegue desenhar um perfil de cargo, ou seja, como é esperado que o ocupante de um cargo se comporte, e assim, cruzar com o perfil da pessoa que vai ocupar esse cargo. Isso indica o quanto uma pessoa é aderente a um determinado cargo e o quanto o empregador vai precisar investir nessa escolhida. Na hora de uma decisão entre um candidato e outro, os riscos de erro diminuem bastante, não é mesmo? E pensando em você, imagina o quanto seria bom se preparar e se desenvolver para uma posição específica? O DISC é excelente para isto.

Por ser mais prático e rápido, essa é uma metodologia muito indicada em recrutamento e seleção, coaching e desenvolvimento de competências, com foco sempre nos GAPs que existem entre o comportamento atual é o desejado. Use-o para se preparar!

Quando falamos sobre o Eneagrama, ainda traçamos um perfil, mas ele é um processo mais profundo do que o DISC. É como se fosse um passo além. Essa metodologia olha para a motivação que está por traz dos seus comportamentos, o que torna o processo mais profundo e com um potencial maior de mudanças, uma vez que você passa a entender o núcleo da questão. Essas mudanças tendem a acontecer porque ao entender quais os seus padrões de comportamento, de pensamentos e de sentimentos, é muito mais fácil você criar um auto-observador que te dê chances de adotar um comportamento diferente do habitual.

Como o Eneagrama é mais complexo, é mais usado em processos de  autoconhecimento e autodesenvolvimento, de coaching e de treinamentos, em situações em que queremos focar na mudança de comportamento da pessoa. É uma metodologia que não apenas diagnostica, mas sim, que dá caminhos para você se desenvolver.

Se você precisa de uma ferramenta para te ajudar em processos seletivo, por exemplo, a melhor opção para este momento é o DISC, mas se você quer uma ferramenta que possibilite mudanças mais profundas, fique com o Eneagrama. Outra coisa que você deve levar em consideração é o seu caminho nesse processo de autoconhecimento… Se você está começando a jornada agora, o DISC pode ser o primeiro passo. Mas se você já deu alguns passos, o Eneagrama te da mais profundidade. De qualquer maneira, um complementa o outro, sendo uma junção que gera muitos resultados.

Já sabe qual é o processo ideal para você, neste momento? 😉

 

By Redatora Ellune

Tipo dos famosos para se inspirar

Eles são gente como a gente! Não é porque eles são famosos que eles não têm um tipo no Eneagrama, não é? Eles também precisam ter autoconhecimento e autodomínio sob as características que possuem, afinal têm crenças como qualquer outra pessoa. Qual será o tipo do seu famoso favorito, hen? Separamos alguns exemplos para cada tipo, olha só:

Tipo 8: Poder

Valoriza a transparência e o caráter nas relações. São pessoas práticas, focadas na ação e que trabalham muito bem no caos. Como, geralmente, estão em cargos de liderança, ninguém melhor para representar um 8 do que o Bernardinho, técnico da seleção brasileira de vôlei masculino!

Tipo 9: Paz

Busca sempre a harmonia e o consenso. É aquele do grupinho que protela os interesses pessoais a favor dos interesses do coletivo. São ótimos mediadores de conflitos e têm o dom da inclusão. O músico Gilberto Gil é um exemplo!

 

Tipo 1: Perfeição

Não tolera o erro e qualquer entrega precisa ser perfeita. Possui um controle de qualidade interno e está sempre em busca da excelência. A Sandy tem esse perfil, sabia?

Tipo 2: Presteza

Interage com o mundo através da emoção e assim, toma decisões com o coração. O valor deste líder está no apoio que ele dá para as pessoas. Te veio alguma celebridade à cabeça? A Madre Teresa de Calcutá é um bom exemplo!

Tipo 3: Performance

Adaptável, gosta de ser bem sucedido e reconhecido. A imagem é muito importante e está sempre em busca da vitória. Costuma ser tão competitivo que consegue competir com ele mesmo! A energia concentrada em ser bem sucedido pode ser ilustrada com, ninguém menos que, Ayrton Senna.

Tipo 4: Profundidade

Os estados emocionais desse são muito evidentes e ficam a mercê das oscilações de humor de tempestades e calmarias. Tendem a sempre se comparar com os outros e se sentem únicos. Como exemplo da intensidade: Michael Jackson!

Tipo 5: Privacidade

Sabe aquela pessoa que interage com o mundo pelo pensamento e pela razão? Então. O importante para elas é a objetividade, por isso são boas em trabalhar com dados e fatos. Gostam de ficar sozinhos, sem que ninguém invade seu espaço. Como interagir com um mundo de pessoas, sem precisar ter contato físico com ninguém: Facebook. Nada melhor que um tipo 5 (Mark Zuckerberg) para criar um sistema tão fantástico! 🙂

 

Tipo 6: Perigo

É todo desconfiado. Pensa em tudo que pode dar errado em uma situação e quando está tudo “certo”, suspeita. Duvida de tudo, até mesmo das próprias capacidades. O ex técnico da seleção brasileira de futebol, Luiz Felipe Scolari, é um bom exemplo disso!

Tipo 7: Prazer

Busca liberdade e tem certa dificuldade de manter o foco e o interesse quando as coisas caem na rotina. Projeta sempre cenários positivos, transformando situações ruins em boas. Por isso, é flexível e inovador! Um bom exemplo é o jogador de futebol Neymar.


Legal, né? E, você? Associou algum tipo a outra celebridade? Conta pra gente! 😉 

 

By Redatora Ellune

Eneagrama das Personalidades: o que é e como funciona

A palavra Eneagrama deriva do grego ennea, que significa nove, e grammos, traduzido como figura, fazendo assim uma alusão a figura de nove pontas que o representa. Esta figura já foi utilizada para explicar diversos fenômenos naturais e hoje ela é bastante conhecida como ferramenta de autoconhecimento, sendo chamada de Eneagrama das Personalidades.

Um dos pricipais conceitos do Eneagrama refere-se ao “Tipo”. Dentro deste sistema, podemos encontrar 9 Tipos de personalidade, ou seja, 9 diferentes motivações e crenças, que geram padrões de comportamento. Cada Tipo possui seus pontos fortes a serem alavancados e pontos fracos, a serem desenvolvidos. E este trabalho de desenvolvimento se dá pelas linhas que ligam um Tipo a outro – ou seja, cada Tipo possui um caminho que torna seu desenvolvimento mais fácil.

Conceitos mais profundos do Eneagrama dizem respeito aos Instintos. Todos nós temos os 3 instintos que o processo considera em seu sistema: Autopreservação, Social e Sexual. Compreender qual destes instintos é dominante e qual deles é reprimido, é essencial para que possamos (des)automatizar comportamentos e hábitos repetitivos.


O Eneagrama é amplamente utilizado em vários países do mundo. No Brasil, várias empresas e pessoas procuram por esta metodologia para desenvolvimento de lideranças, formação de equipes de alta performance, melhoria de comunicação e de relacionamentos. A metodologia busca ampliar o olhar para o outro, orientando cada pessoa a descobrir suas motivações e dessa forma ter chances reais de mudanças profundas, já que já é possível entender também o funcionamento dos outros tipos diferentes.

Cada pessoa tem um pouquinho de cada tipo de personalidade, mas você tem um tipo principal que é mais forte em você e não mudará! Quer descobrir o seu tipo? O melhor teste é o autoconhecimento! Agora que você já sabe um pouco sobre o Eneagrama, fica um pouco mais fácil se inserir nesse universo. Fique de olho nos próximos conteúdos para aprender cada vez mais sobre a técnica e descobrir qual seu tipo!

Preparado? 😉

1 3 4 5
DISC x Eneagrama: qual a diferença entre as metodologias?
Tipo dos famosos para se inspirar
Eneagrama das Personalidades: o que é e como funciona